.

view:  full / summary

02 de agosto - Sistema de Combate

Posted by Ignis K.Ripper on August 2, 2011 at 8:38 PM Comments comments (1)



    Não é a forma mais fácil e também não é o sistema mais inovador, mas que faz muito bem o seu papél de promover combates equilibrados, seja ele simples ou épico. Além de que abre um leque de possibilidades para o uso de armas, itens e equipamentos que muitas vezes são deixados de lado nos sistemas mais "convencionais", mas que podem fazer sim muita diferença.


    Deixo aqui claro que nada disso eu inventei, o sistema é uma adaptação do suplemento 3d&t - Defensores de Tóquio para as ambientações ao Ragnarök Online, já foram testadas na época da Magna Charta, e eu acabei aperfeiçoando algumas coisinhas.



O máximo na distribuição de pontos é 120


. Força

. Agilidade

. Vitalidade

. Inteligência

. Destreza

. Sorte



O número máximo a tirar no /dice é 6.


1~20 = 1

21~40 = 2

41~60 = 3

61~80 = 4

81~100 = 5

101~120 = 6


Logo, se eu tenho Força 87, eu teria o equivalente em 5.

Inteligência 12, o equivalente em 1

Sorte 107, equivalente em 6.

Então, façamos a adaptação:


For 1, Agi 1, Vit 45, Int 100, Des 90, Sor 75 

For 1, Agi 1, Vit 3, Int 5, Des 5, Sor 4


Essa divisão é semelhante ao "Alto", "Muito Baixo" usado por muitos jogadores, mas enquadrando melhor ao /dice.




. O jogo é dividido por turnos, assim cada um tem a sua vez de agir.


. A cada turno são seis ações, vou explicar melhor mais adiante.


. Todos começam lançando um d6(/dice) que é somado ao modificador de Agilidade.


. Quem retirar o maior número nessa soma é o primeiro em cada turno e assim regressivamente, até quem ter tirado o menor número, que fica por último.


. Cada ação por menor que seja conta, ou seja, se o personagem "Corre", "Usa item", "Amarra os Sapatos", "Pula", "Faz a dança do Siri", ele apenas poderá fazer mais uma ação no turno seguinte. Com isso: correr, retirar a espada e atacar são divididos em 3 turnos, ou dois, dependendo da dinâmica do embate (Retira a arma atacando).


. As ações devem ser breves, cada personagem tem 5 segundos para realizar a ação, por isso deve-se pensar (E digitar), enquanto os outros agem. Funciona da mesma forma ao defender de um golpe.


. Para toda a ação que use as mãos, deve ser bem sucedido a um teste de Destreza: "Pegar a espada no ar", "sacar e girar as pistolas", "Perfurar com a lança", "Agarrar a rocha para não cair"...


. Para atacar, deve se fazer um teste bem sucedido de Destreza, pois utiliza-se das mãos. O acerto é sempre o menor número (1 é sempre um acerto). Se for retirado um número maior que o atributo Destreza, o ataque se torna uma falha.


. Ao acertar o ataque, deve-se jogar novamente um d6 e somar ao atributo Força, que será o dano executado no alvo, quanto maior o número em relação aos pontos de vida (Hp) do oponente, maior será o estrago.


. Ao receber um golpe físico, deve-se escolher entre esquiva, defesa.


. Ao escolher esquiva, deve-se fazer um teste de Agilidade, caso erre (Retire um número maior que a esquiva), além de receber todo o dano, o oponente recebe +1 em edição ao dano executado em você. Caso acerte, se evita todo o dano, reduzindo-o a 0(zero).


. Ao escolher defesa, deve-se fazer um teste de Vitalidade, caso erre, se leva o dano com um redutor de -1. Caso acerte, lance outro d6 e some a Vitalidade ou Destreza (Dependendo da ação defensiva).


. O valor da defesa (d6+Vitalidade ou d6+Destreza) irá subtrair ao valor do dano (d6+Força) do oponente. O resultado restante será o dano, caso a defesa supere ao ataque do oponente, se absorve todo o dano e poderá executar um contra-ataque.


. Para executar o contra-ataque, faça um teste de Destreza com redutor de -1 (Se sua destreza é 4, ela cai pra 3), caso erre nada acontece, caso acerte o valor sobresaente da defesa é devolvido ao oponente.


. Não é possível defender ou esquivar o contra-golpe, apenas com a skill "Contra-Golpe" de Cavaleiro (Que será abordada uma outra vez.)


. Também se pode defender um golpe com magia, mas as regras são específicas e serão abordadas uma outra vez.



. Como dito bem acima, são apenas 6 ações por turno, ou seja, normalmente se tem 6 pessoas combatendo ao mesmo tempo.


. Caso tenha mais de 6 pessoas, devem-se adiciona-las em um mesmo grupo (2 a 2 caso tenha 12 pessoas, 3 a 3 caso tenha 18 pessoas). Caso tenha 7 ou 8 (poucos acima de 6), alguns são mesclados no mesmo grupo, outros não.


. Quando há 2 pessoas na mesma ação, elas podem fazer "combos", que são duas ações em forma de uma. O mestre decide as "parties", geralmente pondo uma classe de suporte junto a uma de ataque.


. Os Pontos de Vida (Hp) é a multiplicação por 7 da Vitalidade do personagem. Quando os PV's chegam a 0(zero), o personagem é nocauteado e apenas pode retornar no combate com um "Ressucitar".


. Os Pontos de Magia (Mp) é a multiplicação por 5 da Inteligência do personagem. Quando os PM's chegam a 0(zero), o personagem é impossibilitado de executar golpes especiais ou mágicos, e também de bloquear algum ataque mágico.



27 de julho - O Estandarte III

Posted by Ignis K.Ripper on July 27, 2011 at 11:45 AM Comments comments (4)


Bem, esta aí é a bandeira do Capítulo 3 de Estandarte, e ele se chamará "Mestre das Marionetes". Estou bem ansioso com a saida dele no fórum Ragnatales e bem feliz com a boa receptividade com os capítulos anteriores.


E agora estão realmente confirmados os nomes dos protagonistas da história, são eles: Louis Golden, Kemaryus, Roen, Souran, Ayanne Hafsa e Ilana Lucille.


Também teremos a parte "versus" na grade principal da trama: Ignatyus Arkadel, Hyon Shizuma, Kallennus Algath, Adryan, Tessandra Mystear e Loreta Amaterasu.


E uma grade coadjuvante: Maya, Orio, Noctis Noctua, Lietuviel e Blayne Von Acce.


Fiquem também com o primeiro sprite edit do capítulo:



21 de junho - Novidades sobre "Estandarte"

Posted by Ignis K.Ripper on June 21, 2011 at 8:35 PM Comments comments (1)


 

"Palpitações, porém em baixa densidade intercalam sons com a forte queda das águas de uma cachoeira que batem e geram um vapor gélido. Essas palpitações se assemelham a de um coração batendo normalmente em dois toques, e na sombra atrás das águas que caem, uma luz azulada cresce e enfraquece nesses dois toques e por fim some no intervalo dos mesmos, gerando um sumidouro em meio a parcial escuridão."


E assim começa o primeiro capítulo de "Estandarte", a saga que chegará a dar continuação a "Ascenção dos Tiranos".


A imagem de rascunho acima é pra vocês analisarem.

 

Estou tentando aprender a desenhar, se a coisa der certo pode ser que eu compre um tablet.


A imagem se trata de uma Laphine supostamente escravizada pelas mãos de "Ayanne Hafsa", enquanto atolam os pés na neve gélida das Montanhas Manuk.


Ayanne será uma das protagonistas da série e fará uma participação bombástica ao se apresentar como alguém que ninguém jamais imaginou ser. Todos os personagens aqui aparecerão com suas classes 3, revelando ser parte de um futuro bem próximo aonde muitos conflitos tentarão roubar a cena em meio ao caos.

 

Ascenção dos Tiranos está sendo pensado eu ainda não comecei a escrever, mas a notícia boa é que junto a ele, já estará disponibilizado o entitulado "Estandarte" já prometido a um mês atrás.

 

Abraço e até mais!


30 de maio - [Mvp]Vesper

Posted by Ignis K.Ripper on May 31, 2011 at 5:55 PM Comments comments (2)

You need Adobe Flash Player to view this content.


   O video foi gravado e editado por Kemaryus, Reitor da Ordem das Valquírias. Agradecimentos a Souran (que levou o Mvp) e Gyng (pelo grande suporte que deu com seu Arcebispo).


   O Vesper foi bem mais fácil do que eu imaginava, se tratando que da última vez eu, Souran e Ging levamos uma sova dele (Encontramos o bicho logo de cara). 


   Lembrando que boa parte dessa caçada foi abordada ao on (Roleplay), que será um dos eventos futuros que selará o final da temporada "Dreadnought" da saga de roleplay Memória das Runas.


  Essa batalha será ambientada em uma fanfiction one-shot como um bônus de Memória das Runas - Ascenção dos Tiranos, disponibilizada neste blog, no fórum Ragnatales e no site gringo Strawdown em inglês.

Memoria das Runas # 03

Posted by Ignis K.Ripper on May 29, 2011 at 3:09 PM Comments comments (8)


    Opa, é nesse domingão que eu disponibilizo no blog o terceiro capítulo de Memória das Runas - Ascenção dos Tiranos ("Rise of the Tyrant" na Strawdown) e até que enfim!

    Os motivos de tanto tempo parado são simples de explicar, um dos motivos era a demasiada falta de idéias que acabou ficando na cabeça, sabe aquele momento que nada do que escrevemos fica legal pra nós? É isso aí.

    Nesse 3º Capítulo é possível ver uma nervosa batalha entre a Ordem das Valquírias e a "ascenção" de um novo vilão osso duro de roer, adivinha? Espero que se divirtam!

Obs: A partir do capítulo 4 ele será postado por exclusividade no fórum Ragnatales.



Capítulos anteriores:
    

26 de maio - Enriquecendo o Jogo

Posted by Ignis K.Ripper on May 26, 2011 at 9:50 AM Comments comments (10)



       Com 7 anos de RO, comemoramos 5 anos de roleplay, muitas boas histórias vividas, amizades sólidas e romances fizeram parte de ações ocorridas em um simples joguinho online e que marcaram e ainda marcam bons sentimentos. E com todo este tempo de jogo desenvolvemos diversas "técnicas" que torna possível interpretar papéis em uma seção de RPG ou encontro casual em Ragnarök, algumas destas técnicas são os conhecidos asteriscos e emoticons que nos dá ações e expressões, aliás...quem é derrotado em uma seção e não manda "/otl" não sabe o que perde :D

     Mas dentre todas essas pequenas regras nos privamos de uma série de outras que existem para enriquecer o jogo, em Ragnarök existem diversos equipamentos que dariam história e pouco (Não nunca) vejo isso acontecer recentemente, os exemplos são as espadas Excalibur e Talefling, a lança Gungnir ou  Violão da Mãe Terra; temos outro exemplo, o da Rosa Sangrenta que é usado por roleplayers apenas para propor uma boa aparência, mas seu significado é bem mais que isso...para cortejar uma dama ou até mesmo interpretar um vampiro.

    Outros destes equipamentos além da Rosa Sangrenta, existem vários outros que podem formar uma expressão enquanto falamos ou movemos algo, um bom exemplo seria a uma imagem abaixo desenhada pela talentosa e amiga Shilin do blog AshenRay:


Agora tentamos adaptar algumas engraçadas expressões ao jogo:

    
  . Assustado    . Enfurecido       . Atacado          . Inocente         . Otário


       Atacado demonstra a ação de ter sido atacado por alguém muito forte enquanto fazia besteira,  Inocente por ser culpado de algo e fingir estar neutro a situação.
      Essas expressões também podem ser usadas em outras situações, como Assustado que pode ser interpretado pelo fato do personagem estar possesso por alguma entidade maligna (podendo ser uma cena cômica ou não), Enfurecido que pode ser usado em alguma séria situação como a de encarar seu pior inimigo e Otário pelo fato do personagem estar resfriado, 

     É claro, existem muitos outros itens que podem ser usados, como Peixe Azul que pode ser usado em uma fuga na feira em Alberta/Prontera, Faca Falsa que pode causar a expressão de "facada" sendo passado a perna/passado para trás e Candura que demonstra a timidez do personagem. para isso fazemos o que fazemos de melhor como roleplayers...damos asas a imaginação.

20 de maio - O Valor da Moeda

Posted by Ignis K.Ripper on May 20, 2011 at 8:30 PM Comments comments (2)

 

      Novos aventureiros surgem em abundância a cada ano, Caçadores de Recompensas, Mercenários, Arqueólogos, Heróis, Historiadores, Pesquisadores e mais uma gama de tipos de aventureiros que formam o mundo dos homens. Alguns se tornam aristocratas após serem guerreiros que arriscaram suas vidas derrubando gigantes de gelo e monstros de terras distantes, tudo para juntar uma grande quantia monetária; tudo isso se torna maior quando os nobres e senhores de terras contratam os aventureiros para diversos serviços que apenas os aventureiros podem terminar com êxito, os mais pobres economizam quantias para contratar estes aventureiros.


     São serviços de escolta de nobres em carruagens, buscas por um artefato misterioso, defesa dos portões de uma cidade contra ataques dos Orcs, buscas por informações secretas, assassinatos, guarda-costas, negociações, duelos, pequenas guerras, resgates de princesas indefesas, a destruição de um dragão ameaçador a uma pequena vila...


    Dinheiro é o mais valioso bem de um aventureiro iniciante, quando ele ainda não sabe que há coisas bem maiores em risco e por isso que muitos se tornam Mercadores que vivem comprando e revendendo itens valiosos de outros aventureiros, ou enfrentando masmorras perigosas a procura da "lendária adaga Azoth" que lhe renderá muito dinheiro.


   E a cada dia que passa, o dinheiro se torna mais necessário, pois a cada dia que passa ele perde seu valor e os aventureiros precisam de mais e mais dinheiro. A comparar com o Real da Terra com o Zeny de Midgard, a quantia soaria na seguinte forma:


 

"1,000 Reais equivale a 10,000 Zenys

10,000 Reais equivale a 100,000 Zenys

100,000 Reais equivale a 1,000,000 Zenys"


 

    Porém, em Midgard ainda tem uma outra grande diferença, sendo 60% da população aventureira, 30% de pessoas de situação monetária estável e 10% de pessoas comuns, as coisas nas feiras de Midgard costumam ter preços bem diferentes:

 Maçã 15 Zenys.

 Banana 15 Zenys.

 Batata Doce 15 Zenys.

 Abóbora 15 Zenys.

 Cenoura 15 Zenys.

 Leite 25 Zenys.

 Buquê 2,000 Zenys.

 


      Como todas as feiras do mundo precisam ser cadastradas pelo governo de seu estado, os preços sempre são os mesmos em todos os lugares do mundo, com exceção das barracas dos Aventureiros Mercadores que não precisam de registro para vender, tendo sua carta de registro enviada pela guilda de Mercadores, eles só devem obediência a sua guilda.


     Os preços dos alimentos podem estar altos fora da visão de Midgard, mas com o elevado número de aventureiros no mundo, tudo muda, as pesquisas dizem que em uma família há pelo menos um deles e por isso o custo de vida em Midgard se torna sustentável para todos.


     Não é raro aventureiros encontrarem Baús de Tesouros em algumas das masmorras que desbravam e é por isso que a miséria em Midgard é algo extremamente raro; porém, a verdadeira luta dos aventureiros por dinheiro se torna demasiadamente necessária na compra de equipamentos raros e poderosos ou na compra de outros serviços de aventureiros; a Igreja de Prontera vende seus serviços, cadastrados nela, os Sacerdotes de todo o mundo podem auxiliar outros aventureiros em buscas por lugares perigosos, rendendo dinheiro tanto para sí, quanto para a Igreja.


07 de maio - Rebeliao na Ordem

Posted by Ignis K.Ripper on May 7, 2011 at 2:34 PM Comments comments (1)



You need Adobe Flash Player to view this content.



"Caros...

 

Vos escrevo no intuito de evitar qualquer mal entendido, aliás, sabemos que desde os primórdios da humanidade nos tornamos cúmplices dos nossos valores e virtudes, e nenhuma das tais virtudes podem ser questionadas, tampouco afogadas pelos princípios éticos e pela conformidade gerada pela engrenagem civil.

 

Não nos arrependemos do que planejamos, também não haverá uma sequer centelha de piedade e arrependimento diante tudo o que vocês verão, nossas garras jamais foram escondidas, as trevas nos olhos da humanidade os fazem seguir a fé cegamente que jás nos corações de todos, e a humanidade vive embaixo da escuridão que domina suas perspectivas.

 

Não pretendemos fazê-los enxergar além do casulo, mas através por esta mensagem escrita, lhes dou uma prévia - Tudo está perdido, pois este mundo jás do maligno, afogado na penumbra colocada diante a nós pelos deuses. Somos peões no tabuleiro Aesir, o equilíbrio...nada mais é que o equilíbrio dos deuses, não o nosso.

 

Somos homens-bomba programados para agir em defesa de nossos senhores abissais, que chamamos repugnantemente de "deuses"; e agora enxergamos na máquina do tempo uma chance de lutarmos contra as previsões das nornas e construirmos uma utopia, sem deuses, sem mestres...sem atrocidades e uma batalha incessante por nossas vidas...um mundo aonde poderemos criar nossos filhos...sem medo da justiça de deus...

 

Terminando essa mensagem, podem levar como um desafio caso queiram, como sei que de uma forma ou de outra enxergarão desta forma...lhes atribuí um presente para se divertirem...brincando de heróis...

 

Raptamos sua amiga, Star Fire...ela não está em risco de morte, pelo menos não nos próximos 30 minutos...A dica é...ela se encontra entre os taxados "abissais" pela humanidade, tal como todos são por dentro...

 

Deux Machina"


______


Após esta "carta amigável", todos correm atrás da indefesa Star Fire, presa, amarrada e vendada no esconderijo da rebelião. Ignatyus Arkadel não estava lá...


06 de maio - A Lenda de Drácula

Posted by Ignis K.Ripper on May 6, 2011 at 7:41 PM Comments comments (6)


      Vlad Tepes III, foi o príncipe da Valáquia, e governou soberano desde o ano 1448 até o ano de 1476. E ele era temido pelos seus inimigos devido o fato de ser um governante absolutamente sanguinário e impiedoso; "O Empalador" era a forma o qual ele era conhecido, pois conseguia desfrutar da visão de ter seus inimigos empalados (Suspensos no ar por grandes lanças e deixados ali) como aviso aos que ousacem se opor a ele.


     Cristão, na Romênia ele era conhecido também verdadeiramente como um herói, devido a sua política e luta contra os turcos, protegendo seu povo soberbamente. Porém, fora da romênia, ele era apenas conhecido como um homem extremamente violento e diabólico, e graças a essa história e cultura Vlad Tepes incorporou os livros de Bram Stoker, dando origem ao "Conde Drácula".


    O livro "Drácula" de Bram Stoker, foi provavelmente o criador das crenças vampíricas fora da inglaterra, pois especula-sse que os romenos já viviam em meio a essa "fábula" e suas histórias eram assombrosamente enfatizadas pelos antigos, como as histórias da sanguinária "Elisabeth Bathory", tão famosa quanto Vlad Tepes.




    Em Ragnarök Online, Dracula é um dos mais poderosos mortos-vivos e que tem o poder de governar os morcegos (Conhecidos como "Drainliar" em Midgard), além disso, ele também é um vampiro, como em "Drácula de Bram Stoker" e uma mordida do mesmo transforma um ser humano em vampiro, como ele, obtendo a imortalidade em troca da perda dos prazeres humanos (Tato, Paladar, Odor.)


   Ele se encontra na destruída cidade de Geffenia, submersa e escondida pela cidade de Geffen e protege aquele local. Diferente do que muitos pensam, Dracula não está ali por que ordenaram que estivesse ali, ele apenas se encontra naquele lugar por ter sido liberto do inferno (Nifflheim) na guerra contra os elfos. Também ao contrário do que muitos pensam, Dracula não é obrigado a seguir ordens do "Senhor das Trevas", e este não é mais soberano que ele, apenas dominavam lugares diferentes entre os sete infernos de Hela.


  Assim como no romance de Bram Stoker, Dracula era um poderoso príncipe e também líder de uma organização conhecida como "A Ordem do Dragão", e seu nome "Dracula", vem de "Dracul" que significa "Dragão"; com o tempo o significado deste nome se tornou "Filho do Dragão".


Por mais que tentem asimilar, esta Ordem do Dragão NÃO é a mesma da guilda de roleplay do servidor Odin.

01 de Janeiro de 2011 - A Caixa do Futuro.

Posted by Ignis K.Ripper on January 1, 2011 at 4:42 PM Comments comments (4)


   Primeiro Mvp solo do ano :D!  (Tá, foi GTB, então nem conta muito...)





     Primeira Screenshot fileirinha do ano :D!  (Da turma que sobrou, claro...)




     Primeira "extuprada" de monstro do ano :D! (E o povo ali só sentado olhando...)




   Primeira Screenparty do ano :D!  (Todo mundo esquentando a popa!)




  Segunda Screenparty do ano :D!  (Subindoooo!)




    Terceira Screenparty do ano :D!   (Garçonete Valentine, traz uma bebida aí pra gente!)



      Feliz 2011 pra vocês, que neste ano haja luz, sucesso, saude e muita alegria. Nosso mundo está em grave perigo, então, faça o possível para ajudá-lo, ele merece que façamos por ele. :)


Em 2012, nos vemos no além!


Rss_feed